Quem é Susan Boyle? Idade, Signo, Altura e Peso em 2022

Role a página para encontrar informações gerais como peso, altura e idade de Susan Boyle, dentre outras.

Você também irá encontrar outras celebridades que fazem aniversário no mesmo dia, além de signo dos famosos e comentários da comunidade.

Susan Boyle: Nome verdadeiro, altura, idade e datas de aniversário e nascimento

Susan Boyle é do genero Feminino.

Susan Boyle nasceu em 1961, era Sábado. Hoje tem 61 anos de idade.

Susan Boyle comemora seu aniversário todo dia 01 de Abril, e é do signo de Áries.

Horóscopo e Signo de Susan Boyle

Susan Boyle é de Áries ♈, um signo de Fogo.

O nativo do signo de Áries traz consigo algumas características que podem ou não ser vistas em Susan Boyle em diferentes graus de intensidade. Veja abaixo um pouco de cada uma dessas características.

Pontos fortes tornam Susan Boyle uma pessoa:

  • independente
  • generosa
  • otimista
  • entusiasmada
  • corajosa

Fraquezas ou Pontos fracos tornam Susan Boyle uma pessoa:

  • temperamental
  • de pavio curto
  • egocêntrica
  • impulsiva
  • impaciente

Outros famosos do signo de Áries

Abigail Breslin Adam Lieberman Adam Scott Adam Shaw Adriane Galisteu Adriano Luz Adrien Brody Afrika Bambaataa Agnes Fontoura Aki Kaurismäki Akon Al Gore Alan Arkin Alan Ayckbourn Alberto Dalbés Alec Baldwin Aleksey Petrenko Alessandra Ambrosio Alexander Rapoport Ali Wong Alia Shawkat Alice Braga Alicia Lagano Alyson Leigh Rosenfeld Amácio Mazzaropi Amber Lee Connors Amy Goodman Ana Maria Braga Ana Videira Anderson Silva André Frateschi Andrea Quattrocchi Andrew Daly Andrew Lloyd Webber Andrew McClay Andy Garcia Andy Nyman Angela Featherstone Angus Young Anitta Ann Romney Anna Konkle Annette O'Toole Anthony De Longis Antoine Griezmann António Capelo Antonio Fagundes Anya Taylor-Joy Armando Babaioff Armando Bógus Aurora Duarte Austin Mahone Ayrton Senna Batoré Beatriz Batarda Bernardo De Paula Bethany Joy Lenz Bette Davis Blaise Matuidi Bob Costas Bob Harris Boguslaw Samborski Bokeem Woodbine Bonnie Johnson Brad Garrett Brad Gerlach Brad Lee Wind Brad William Henke

Ver todos

Perguntas Frequentes sobre Susan Boyle

Conheça abaixo algumas das perguntas mais frequentes sobre Susan Boyle.

Qual é a idade de Susan Boyle?
61 anos (01/04/1961)
Em que ano nasceu Susan Boyle?
1961
Qual é o signo de Susan Boyle?
Áries

Biografia pessoal de Susan Boyle

Susan é filha de Patrick Boyle, um vendedor da fábrica British Leyland de Bathgate, e Bridget Boyle, uma dactilógrafa, ambos imigrantes irlandeses.

A mais nova de três irmãos e seis irmãs, Susan nasceu quando sua mãe tinha 47 anos; o parto foi difícil e Susan chegou a ficar sem oxigênio por alguns minutos, resultando em sequelas mentais e em dificuldades de aprendizagem.

Susan disse ter sido vítima de bullying (violência escolar) durante a infância, tendo sido apelidada de "Susie Simple" na escola.

Em entrevista ao Britain's News of the World, Susan Boyle confessou que quis se suicidar quando era adolescente: Após concluir os estudos, sem muitas referências, Susan foi trabalhar na cozinha de sua antiga escola; além disso, ela passou a integrar grupos de ajuda e a participar de projetos sociais do governo.

Ela também foi voluntária na igreja de Blackburn, visitando doentes em suas casas. O pai de Susan morreu nos anos 90, e seus irmãos partiram de casa, ficando para ela a responsabilidade de cuidar sozinha da mãe, que morreu em 2007, aos 91 anos.

Susan continuou a viver na casa de quatro cômodos da família, junto ao seu gato Pebbles. A mãe fora uma incentivadora da carreira musical da filha, tendo Susan vencido inúmeros concursos locais de canto, e insistiu para que ela concorresse no Britain's Got Talent, afirmando que deveria correr o risco de cantar para um grande público em vez da igreja católica local.

Susan disse que após a morte de Bridget, ela levou mais de três dias para contactar uma de suas irmãs, que não atendia nem a porta nem ao telefone.

Susan afirma nunca ter sido casada, e antes do programa também nunca havia sido beijada. Em 2012 Susan disse ter sido diagnosticada com a síndrome de Asperger, porém a revelação só veio um ano depois.

Em dezembro de 2014, Susan Boyle revelou que, aos 53 anos, está a namorar pela primeira vez com um médico americano que tem uma idade próxima à sua.

Análise social de Susan Boyle

A popularidade instantânea de Susan gerou uma série de comentários de por que a história se tornou tão abordada e o que isto significa, enquanto outros se prestaram a lecionar sobre os valores morais aí incluídos.

Por exemplo, o jornalista Collette Douglas Home do The Herald descreveu o trajeto de Susan como uma parábola moderna da tendência das pessoas emitirem julgamentos errôneos, especialmente sobre atributos físicos.

Como também, Lisa Schwarzbaum, em artigo do Entertainment Weekly, que observou a performance de Susan como representativa de uma vitória para a arte e o talento, postos em segundo plano dentro de uma cultura que se tornou obcecada pela aparência.

Susan comentou sobre a reação das pessoas quando começou a cantar: Depois da apresentação, Amanda Holden, uma jurada relatou: Cameron Mackintosh, o produtor do musical Os Miseráveis, louvou a interpretação: Em sequência do comentário de Amanda , Jeanne McManus escreveu no The Washington Post que, em programas de calouros como o Britain's Got Talent, o maior ingrediente de drama é o choque entre o ego inflamado de alguns candidatos e as opiniões do público.

No caso de Susan, McManus acredita que sua inicial despretensão e aspecto desleixado levaram os presentes a "esperar que ela atuasse como um marreco".

Porém, o Daily News expõe que essa dicotomia entre a baixa expectativa das pessoas e o desempenho vocal de Susan configuram um atrativo fenomenal para a televisão.

O artigo continua dizendo que a ideia de um desconhecido ser ridicularizado e humilhado para depois se sobressair é um artifício comum na literatura e, por isso, quando o fato ocorre na realidade proporciona uma sensação indescritível.

De outro modo, embora a reação do auditório tenha sido surpreendente, o fato pode ter sido produzido. Mark Blankenship, do The Huffington Post, afirma que os produtores do programa conheciam o potencial particular da história de Susan, induzindo o programa a articular as filmagens de uma maneira a realçar a primeira impressão negativa sobre ela.

E aponta, entretanto, que "fabricado como foi, a história é incontestavelmente inspiradora.". O fato de Susan estar na faixa dos quarenta anos contribuiu para a dramatização.

Em outro artigo do Huffington Post, Letty Cottin Pogrebin descreve que as pessoas "buscam recuperar os anos de talento desperdiçado", assumindo que a maior parte da vida de Susan se passou às escondidas e esse tempo não pode ser resgatado.

A jornalista prossegue destacando a apresentação como o triunfo para uma "mulher de certa idade", percebendo o ocorrido como ilustrativo do sucesso perante uma cultura de jovens que isolam mulheres de meia-idade.

Tanya Gold publicou no The Guardian que a diferença entre a recepção hostil a Susan e outras impressões mais equilibrados na primeira apresentação, como sobre Paul Potts, refletem a expectativa da sociedade de que uma mulher deve ser bela e talentosa, não sendo o mesmo requisito para os homens.

Já Mary Elizabeth Williams declarou no Salon.com que Susan fez lembrar as pessoas de que "nem todas as mulheres de quarenta anos são magras, produtos de plásticas", passando a afirmar que a fama repentina de Susan vem da habilidade de ressaltar isso a todos, que como nós ela é normal, tem seus defeitos e é frágil, suscetível à tristeza e preconceitos, mas que apesar de tudo insiste na busca pelos seus sonhos.

Vários meios de comunicação reconheceram o destacamento que a história sofreu, em especial nos EUA. O comentarista do The Scotsman, Craig Brown, citou um apresentador estadounidense que comparou a história de Susan ao "sonho americano", representado pela competência vencendo a adversidade.

O Associated Press descreveu o episódio como "luta contínua" de acordo com aquele simples modo de vida, rejeitado por quem convive com as facilidades das metrópoles.

Assim, David Usborne, através do The Independent, escreveu que os EUA são um país que corresponde ao "conto de fadas em que o desagradável se torna belo", desde Shrek até My Fair Lady.".

O jurado do Britain's Got Talent Piers Morgan, comentou o desfecho que a história vem tendo especialmente nos EUA, afirmando que lá "o povo consegue realmente se emocionar com este tipo de coisa", e comparando a ascensão de Susan da pobreza à fama com o filme do histórico boxeador Rocky Balboa.

Prêmios e indicações de Susan Boyle

Susan obteve duas indicações ao Grammy Awards. Em 2010 por melhor canção pop vocal tradicional por I Dreamed a Dream e em 2012 por melhor canção pop vocal tradicional por The Gift (álbum de Susan Boyle).

Fonte: Susan Boyle na Wikipedia