Quem é Muammar Gaddafi? Idade, Signo, Altura e Peso em 2022

Role a página para encontrar informações gerais como peso, altura e idade de Muammar Gaddafi, dentre outras.

Você também irá encontrar outras celebridades que fazem aniversário no mesmo dia, além de signo dos famosos e comentários da comunidade.

Muammar Gaddafi: Nome verdadeiro, altura, idade e datas de aniversário e nascimento

Muammar Gaddafi nasceu em 1942, era Domingo. Hoje tem 80 anos de idade.

Muammar Gaddafi comemora seu aniversário todo dia 07 de Junho, e é do signo de Gêmeos.

Horóscopo e Signo de Muammar Gaddafi

Muammar Gaddafi é de Gêmeos ♊, um signo de Ar.

O nativo do signo de Gêmeos traz consigo algumas características que podem ou não ser vistas em Muammar Gaddafi em diferentes graus de intensidade. Veja abaixo um pouco de cada uma dessas características.

Pontos fortes tornam Muammar Gaddafi uma pessoa:

  • energética
  • inteligente
  • imaginativa
  • inteligente
  • adaptável

Fraquezas ou Pontos fracos tornam Muammar Gaddafi uma pessoa:

  • superficial
  • impulsiva
  • inquieta
  • desonesta
  • indecisa

Outros famosos do signo de Gêmeos

A.J. Langer Abby Wambach Acun Ilicali Adam Wylie Adriana Lima Adriano Carvalho Adrienne Barbeau Adrienne McQueen Agnès Soral Agnès Varda Al Ruscio Alain Resnais Alan Carr Alan White Alanis Morissette Alastair Campbell Alcione Mazzeo Alejandro Ruiz Alex Lacamoire Alex Sebastian Laibach Alexander Karim Alexandra Dowling Alexandra Richter Alexandra Stewart Alexandre Despatie Alfred Molina Alida Valli Alix Talton Allan Fiterman Allison Schmitt Alonso Grandío Aly Raisman Amanda Pays Amelia Warner Amora Mautner Amy Correa Ana Beatriz Barros Ana Rosa Andre Boyer André Gago André José Adler André Matarazzo Andrea Richa Andrew Bilgore Ángela Vergara Angelina Jolie Ângelo Antônio Ania Bukstein Anna Rita Cerqueira Annie Karstens Anthony Cistaro Anthony Starke António Pedro Cerdeira Antônio Petrin Antonio Pitanga Antony Ponzini Antony Sher Aracy Cardoso Archie Shepp Arlene Phillips Arlete Salles Arturo Vidal Astrid Bergès-Frisbey Awkwafina Bahni Turpin Ban Ki-moon Bárbara Evans Barbara Stock

Ver todos

Perguntas Frequentes sobre Muammar Gaddafi

Conheça abaixo algumas das perguntas mais frequentes sobre Muammar Gaddafi.

Qual é a idade de Muammar Gaddafi?
80 anos (07/06/1942)
Em que ano nasceu Muammar Gaddafi?
1942
Qual é o signo de Muammar Gaddafi?
Gêmeos

Grafia de Muammar Gaddafi

O nome do líder líbio pode ser escrito de várias maneiras diferentes devido a dificuldades da transliteração da língua árabe e também da pronúncia regional da Líbia.

As muitas grafias possíveis no alfabeto latino são, para o primeiro nome, Muamar (aportuguesamento), Muammar, Mu'ammar e Moammar e, para o sobrenome, Cadáfi (aportuguesamento), Kadafi, Gadhafi, al-Khaddafi, al-Qadhafi e al-Khadafi.

O próprio comandante líbio parecia preferir Moammar El-Gadhafi, Muammar Gadafi ou al-Gathafi.

Ideologia de Muammar Gaddafi

Em sua época de estudante, Gaddafi adotou as ideologias do nacionalismo árabe e do socialismo árabe, pois era fortemente influenciado por Gamal Abdel Nasser.

Durante o início da década de 1970, Gaddafi formulou sua própria abordagem do nacionalismo e do socialismo árabe, conhecida como Terceira Teoria Internacional, que foi descrita como uma combinação de socialismo utópico, nacionalismo árabe e terceiro-mundismo, que eram teorias que estavam em voga na época.

Sua nova teoria foi consolidada por meio do Livro Verde, no qual ele pretendeu "explicar a estrutura da sociedade ideal" e defendeu a unificação do mundo árabe em um único estado-nação.

Ele descreveu sua abordagem para a economia como socialismo islâmico, embora outros biógrafos sustentem que o socialismo de Kadafi tinha uma "tom curiosamente marxista".

Gaddafi via seu "Regime das massas socialista" como um modelo que o mundo árabe, o mundo islâmico e os países não alinhados deveriam seguir.

Sua visão de mundo foi moldada pela sua experiência de vida, ou seja, a sua fé islâmica, sua educação beduína, e seu desgosto com as ações de colonizadores europeus na Líbia.

Ele acreditava que estava cumprindo uma "missão divina" e que era um instrumento de Alá, razão pela qual supunha que qualquer ação para atingir seus objetivos seria legítima, não importando os custos.

Sendo um muçulmano sunita defendeu a implementação da Sharia na Líbia, e desejava a unidade em todo o mundo islâmico.

Em 2010, durante uma visita à Itália, contratou uma agência de modelos para trazer 500 jovens mulheres italianas para uma palestra na qual ele as convidou para se converterem ao islamismo.

Ele financiou a construção e reforma de duas mesquitas na África, incluindo Mesquita Nacional de Uganda. Por outro lado, divergia de clérigos líbios conservadores quanto à sua interpretação do Islã, que o criticavam por encorajar as mulheres a entrar setores da sociedade tradicionalmente reservados somente aos homens, como, por exemplo, as forças armadas.

Outro aspecto fundamental ideologia de Khadafi era o antissionismo, sendo, portanto, contrário à existência do Estado de Israel, e que qualquer compromisso árabe com aquele Estado seria uma traição ao povo árabe, mas a partir do final da década de 1990 passou a moderar seu antissionismo e passou a defender a Solução de Um Estado para o conflito israelo-palestinoAcusava os Estados Unidos da América de ser um país imperialista, em grande medida em decorrência do apoio dos EUA ao Estado de Israel.

Família de Muammar Gaddafi

A primeira esposa de Gaddafi foi Fatiha al-Nuri (1969-1970). Sua segunda esposa foi Safia Farkash, uma antiga enfermeira da tribo Obeidat nascida em Bayda.

Ele a conheceu em 1969, após a revolta, quando foi hospitalizado com apendicite; o casal permaneceu casado até sua morte.

Gaddafi tinha oito filhos biológicos, sete deles do sexo masculino: Muhammad Gaddafi (nascido em 1970), seu filho mais velho, era seu único filho com a primeira esposa.

Muhammad comandou o Comitê Olímpico Líbio. Em 21 de agosto de 2011, durante a batalha de Trípoli, as forças rebeldes do Conselho Nacional de Transição afirmaram terem aceito a rendição de Muhammad quando tomaram a cidade.

Isso foi mais tarde confirmado quando ele deu uma entrevista por telefone à Al Jazeera, dizendo que tinha se rendido aos rebeldes e havia sido bem tratado.

Ele teria escapado no dia anterior com a ajuda das forças leais restantes, fugindo para a vizinha Argélia com sua madrasta, outro irmão e sua irmã.

Saif al-Islam Gaddafi (nascido em 25 de junho de 1972), seu segundo filho, é um arquiteto que foi alvo de longo rumores de ser o sucessor de Gaddafi.

Ele era um porta-voz para o mundo ocidental e negociava acordos com a Itália e os Estados Unidos. Era visto como politicamente moderado, e em 2006, depois de criticar o governo de seu pai, rapidamente deixou a Líbia.

Durante a Batalha de Sirte em 20 de outubro de 2011, tentou fugir e houve informações incorretas de que havia sido capturado pelas forças rebeldes e levado para um hospital.

Foi preso em 19 de novembro na cidade de Ubari, perto de Saba no sul da Líbia, 640 km (400 milhas) de Tripoli.

Há informações de que havia sido levado para Zintane de avião. Sua captura foi confirmada pelo Tribunal Penal Internacional (TPI).

Al-Saadi al-Gaddafi (nascido em 25 de maio de 1973), é um jogador de futebol profissional. Hannibal Gaddafi (nascido em 20 de setembro de 1975), é um antigo funcionário da Companhia Geral de Transporte Marítimo Nacional, uma empresa especializada em exportações de petróleo.

Ele é mais conhecido por seu incidentes violentos na Europa, atacando policiais na Itália (2001), dirigir embriagado (2004), e por agredir uma namorada em Paris (2005).

Em 2008, foi acusado de agredir dois funcionários de um hotel suíço e foi preso pela polícia suíça. A prisão criou um forte impasse entre a Líbia e a Suíça.

Ele fugiu para a vizinha Argélia com sua mãe, um irmão e sua irmã. Aisha Gaddafi (nascida em 1976), a única filha biológica de Gaddafi, é uma advogada que se juntou à equipe de defesa do ex-líder iraquiano Saddam Hussein e do jornalista iraquiano Muntadhar al-Zaidi .

Ela é casada com o primo de seu pai, o Coronel Ahmed al-Gaddafi al-Qahsi. Fugiu para a Argélia com sua mãe e dois de seus irmãos, onde ela deu à luz seu quarto filho.

Mutassim Gaddafi (1977 – 20 de outubro de 2011), quinto filho de Gaddafi, era um tenente-coronel do Exército líbio. Ele mais tarde serviu como Conselheiro de Segurança Nacional da Líbia.

Era visto como um possível sucessor de seu pai, depois de Saif al-Islam. Mutassim foi morto junto com seu pai durante a Batalha de Sirte. Saif al-Arab al-Gaddafi (1982 – 30 de abril de 2011), foi nomeado comandante militar do Exército líbio durante a Guerra Civil Líbia.

Saif al-Arab e três netos de Gaddafi foram mortos por um bombardeio da OTAN em abril de 2011. Isto é contestado pelas organizações supostamente responsáveis.

Khamis Gaddafi (27 de maio de 1983 – 29 de agosto de 2011), seu sétimo filho, estava servindo como o comandante da elite do Exército líbio, a Brigada Khamis.

Possivelmente morto em combate.É também alegado que Gaddafi adotou dois filhos, Hanna e Milad. Hana Moammar Gaddafi (reivindicada por Gaddafi como sendo sua filha adotiva, mas a maioria dos fatos que cercam esta reivindicação são disputados) foi aparentemente morta na idade de quatro anos em um bombardeio dos EUA em 1986 na chamada Operação El Dorado Canyon contra Trípoli e Bengazi em retaliação pelo ataque terrorista em um clube noturno de Berlim frequentado por militares estadunidenses, que matou uma mulher de nacionalidade turca e dois soldados americanos.

Nenhum jornalista jamais ouviu falar dela antes do bombardeio. Ela pode não ter morrido; a adoção pode ter sido póstuma, ou ele pode ter adotado uma segunda filha e deu-lhe o mesmo nome após a primeira falecer.

Presume-se que o cunhado de Gaddafi, Abdullah Senussi, seria o líder da inteligência militar.

Fonte: Muammar Gaddafi na Wikipedia