Foto de Bradley Cooper

Bradley Cooper Masculino

Role a página para encontrar informações gerais como peso, altura e idade de Bradley Cooper, dentre outras.

Você também irá encontrar outras celebridades que fazem aniversário no mesmo dia, além de signo dos famosos e comentários da comunidade.

Primeiros anos de Bradley Cooper

Bradley Charles Cooper nasceu em 5 de janeiro de 1975, na Filadélfia, e cresceu nas proximidades de Jenkintown, Pensilvânia.

Sua mãe, Gloria Cooper (sobrenome de solteira Campano), trabalhou para a filial local da NBC; seu pai, Charles Cooper, trabalhou como corretor para o banco Merrill Lynch.

Do lado paterno, é descendente de irlandeses. Por outro lado, a mãe do artista é de ascendência italiana (oriundos de Abruzos e Nápoles); ele tem uma irmã mais velha, Holly, e foi criado na religião católica romana.

Logo após seu nascimento, sofreu de colesteatoma em seu ouvido e teve seu tímpano perfurado quando criança. Relembrando sua infância, Cooper disse que as pessoas dificilmente o achavam bonito; na verdade, elas pensavam que ele era uma garota — opinião com a qual o próprio também concordava, e julgou que isso talvez foi pelo fato de que sua mãe mantinha seu cabelo muito longo.

O jovem se destacou no basquete, e, pelo motivo de que gostava de culinária, sempre cozinhava para seus amigos e se orgulhava de seus dotes.

Inicialmente, tinha intuito de frequentar uma academia militar e se mudar para o Japão a fim de se tornar um ninja.

Em tenra idade, seu pai lho apresentou a filmes como The Elephant Man (1980), os quais inspiraram-no a ser ator.

Ao saber de sua intenção, seus genitores mostraram-se receosos com relação à carreira, mas ulteriormente mudaram suas percepções quando viram o filho desempenhar o papel de Joseph Merrick em uma passagem da peça teatral The Elephant Man.

Enquanto frequentava a escola particular Germantown Academy, Cooper trabalhou no jornal Philadelphia Daily News. Ele afirmou que não era nem "o aluno mais inteligente" nem "o garoto mais legal".

Depois de se formar na turma de 1993, ingressou na Universidade de Villanova, na qual estudou por apenas um ano antes que fosse transferido para a Universidade de Georgetown, onde tornou-se fluente em francês e por intermédio da qual passou seis meses como estudante de intercâmbio em Aix-en-Provence, na França; formou-se como Bacharel de Artes em Inglês em 1997.

O artista foi membro da equipe de remo Georgetown Hoyas e atuou com o grupo de teatro Nomadic Theatre. Em sua estreia na televisão, que aconteceu na série Sex and the City, em 1999, ele fez uma breve aparição ao lado de Sarah Jessica Parker.

Em seguida, foi apresentador do seriado sobre viagens Globe Trekker (2000), o qual o levou a países como Peru e Croácia.

Pouco tempo depois, Cooper interessou-se pela carreira diplomática quando fez o teste para a pós-graduação de master class no Actors Studio e foi aprovado por James Lipton.

Em 2000, ele recebeu um diploma de Mestrado em Belas Artes em Atuação da Actors Studio Drama School na The New School, em Nova Iorque, onde estudou com a treinadora Elizabeth Kemp, sobre quem comentou: "Eu nunca fui capaz de relaxar na minha vida antes dela".

Ela, posteriormente, o aconselhou em muitos filmes em que ele estrelou. Enquanto estudava na cidade, o artista trabalhou como porteiro no Hotel Morgans e interagiu brevemente com Robert de Niro em uma sessão de perguntas e respostas, que mais tarde foi apresentada em um episódio do Inside the Actors Studio.

Vida pessoal de Bradley Cooper

Os primeiros anos de Cooper na indústria do entretenimento foram marcados por dificuldades. Na ocasião em que seu papel na segunda temporada da série Alias foi rebaixado, ele considerou desistir da carreira.

Sua dependência química e incertezas sobre a profissão desencadearam em si pensamentos de suicídio. O ator se absteve de bebidas alcoólicas desde 2004, momento em que constatou que isso destruiria sua vida.

Eu estava em uma festa e deliberadamente bati minha cabeça no chão de concreto — como: "Ei, veja como eu sou durão!" E eu levantei, e o sangue escorria.

E então eu fi-lo de novo. Passei a noite em um hospital com uma meia de gelo [sob o local ferido] , esperando que eles me costurassem.

Eu estava tão preocupado com o que as pessoas pensavam de mim, como eu estava passando, como eu sobreviveria o dia.

Eu sempre me senti como um estranho. Apenas vivi na minha cabeça. Percebi que não viveria além do meu limite, e isso me assustou muito.

Pensei: "Uau, eu vou realmente estragar a minha vida; Eu vou realmente estragar tudo". — Cooper em entrevista à The Hollywood Reporter em setembro de 2012.

Pelo fato de ter crescido na Filadélfia, Cooper é fã dos Eagles, da National Football League, e fez várias aparições representando a equipe, como, por exemplo, no filme Silver Linings Playbook.

Ele dublou uma bola de neve que tenta fazer as pazes com o Papai Noel em um comercial exclusivo para o time, o qual foi exibido na rede televisiva ESPN.

Também se juntou ao proprietário da equipe, Jeffrey Lurie, em seu camarote particular durante as partidas dela, incluindo na 52.ª edição do Super Bowl em 2018, na qual os Eagles se consagraram campeões.

O ator fala francês fluente. Em 2010, surgiram rumores a respeito de sua sexualidade, os quais afirmavam que o artista era homossexual e que estava em um relacionamento com o também ator Victor Garber.

Cooper afirmou que gostou de ler os boatos e que "foi fantástico as pessoas acharem que eu era gay". Posteriormente, declarou: "Se tu és um homem solteiro e acontece de seres considerado atraente, és rotulado como quem está em jogo.

Mas eu não me vejo como um homem de mulheres."Cooper e sua família compartilham um vínculo estreito. Dois anos após a morte de seu pai, Charles, de câncer de pulmão em 2011, ele se mudou para Los Angeles com sua mãe, Gloria.

No que diz respeito ao momento em que a doença foi diagnosticada, declarou: "Eu estava em uma posição de muita sorte, uma vez que eu era capaz de colocar tudo em espera em todos os aspectos da minha vida e concentrar-me completamente em cuidar dele.".

O artista descreveu o processo de tratamento como "simplesmente intensivo, incrivelmente estressante, complexo e absorvedor de tudo, [como nossa energia]".

Na mídia de Bradley Cooper

Diferente da personalidade que sua personagem Phil Wenneck, da Trilogia The Hangover, apresenta, o diretor da franquia, Todd Phillips, descreve Cooper como "ridiculamente diferente na vida real.

Ele é muito vulnerável — inseguro não é a palavra certa ... E há uma afetuosidade que tu nunca imaginarias".

A atriz Heather Graham, com quem co-estrelou no primeiro filme, completou: "Obviamente ele é muito bonito, mas também tem uma grande personalidade.

Bradley consegue ser viril ao mesmo tempo que é sensível.". Um escritor do International Business Times acrescentou que o artista, apesar de ter quarenta anos, na época, tem um "charme infantil e uma personalidade descontraída".

O ator acredita que sua personalidade está relacionada à sua profissão: "Eu gosto das pessoas, isso torna esta profissão muito mais fácil: é uma habilidade.".

Ele citou Daniel Day-Lewis, a quem considera "o maior ator do mundo", como uma influência para sua carreira. Em uma publicação que analisa carreiras de famosos, Oliver Lyttelton, da IndieWire, notou que, no início de sua profissão, Cooper foi rotulado apenas como "ou o namorado mesquinho ou [um dos] melhores amigos em comédias tradicionais"; contudo, subsequentemente, tornou-se um dos atores mais talentosos de Hollywood depois de ter estrelado vários filmes que fizeram sucesso.

O artista concordou e declarou que, desde que atuou em Silver Linings Playbook, as pessoas comentaram: "Oh, ele é realmente um ator", e não mais achavam que ele apenas fazia um tipo de personagem.

Escrevendo para o The Hollywood Reporter, Bill Phelps o credita por "optar pelo desafiador e provocador, o pequeno e interessante, arriscando a imagem descontraída que o levou à fama".

Nick Schager, em sua revisão ao The Daily Beast, complementou: "Cooper ... se aventura regularmente fora de sua zona de conforto, assumindo papéis que, aparentemente, podem não parecer necessariamente perfeitos.".

Sobre sua técnica de atuação, a revista Time publicou: "É difícil fazer com as pessoas, especialmente seus amigos, se esqueçam de que és tu quem está em frente às câmeras.

Mas Bradley é tão bom assim [que consegue fazê-lo sem dificuldades]". A imagem pública de Cooper está fortemente ligada à sua beleza e ao seu apelo sexual; ele é frequentemente é descrito como um símbolo sexual pela imprensa.

Muitos meios de comunicação, incluindo a People, elegeram-no como o Homem Mais Sensual do Mundo. A revista Empire classificou-o no 10.º lugar na lista das "100 Estrelas de Cinema Mais Sensuais", realizada em 2013.

O ator ocupou a 47.ª colocação na lista Hot 100 do portal LGBT AfterElton.com em 2010. Repetiu a sua aparição nos anos seguintes, sendo votado como o 38.º da publicação de 2011, o 70.º do ano subsequente, e o 89.º em 2013.

Em 2011, a People nomeou-o como o Homem Mais Sensual Vivo. Inicialmente, ele sentiu-se desconfortável com tal reconhecimento, mas depois considerou-o divertido e comentou: "Eu acho muito legal que um cara que não se parece com um modelo possa ter esse [título].

Acho que sou um cara decente. Às vezes, pareço deslumbrante, outras vezes, feio. Quando soube da condecoração, a primeira coisa que pensei foi: 'Minha mãe vai ficar tão feliz'.".

E ele esteve nas edições de mesmo conteúdo no ano de 2009, em 2012, no ano seguinte e 2014. Em outras publicações da mesma revista, foi nomeado um dos Solteiros mais Excitante de 2005 e 2009.

No catálogo de mesmo título elaborado por Kristen Aldridge, à revista Shape, o ator posicionou-se em quinto lugar. Ainda em edições da People, foi incluso entre as Cem Pessoas mais Bonitas do Mundo em 2010 e ainda foi classificado como uma das 25 Pessoas mais Intrigantes de 2011.

Também em 2011, ele foi eleito o Homem do Ano pela GQ; no Top 49 Men do portal AskMen.com, que lista os homens mais influentes, ficou na 31.ª classificação.

Ainda naquele ano, no dia 18 de julho, ganhou uma estátua de cera no museu Madame Tussauds. Ele foi um dos atores mais bem pagos do mundo entre 2013 e 2015, ganhando 28, 46 e 41,5 milhões de dólares, respectivamente.

A Forbes classificou-o em primeiro lugar na sua lista Celebrity 100: Ones To Watch em 2013. Nos anos de 2014 e 2015, ele apareceu na Celebrity 100 da mesma revista, uma lista baseada na renda e popularidade das celebridades.

Durante o Oscar 2014, cuja anfitriã foi a apresentadora Ellen DeGeneres, Cooper foi responsável por tirar a selfie mais retuitada da história do Twitter até 2017.

A imagem foi vista por mais de 37 milhões de pessoas, tendo, até o supracitado ano, mais de 3,4 milhões de retuítes e dois milhões de pessoas que a favoritaram.

De acordo com Maurice Levy, presidente da empresa Publicis, a fotografia tem valor de mercado aproximado entre 800 milhões e um bilhão de dólares.

A Time nomeou-o uma das 100 pessoas mais influentes do mundo em 2015. Em 2017, apareceu também na lista da revista Glamour na 57.ª colocação dos 100 Homens mais Sensuais do Mundo.

Em um estudo científico, em que usou-se a proporção áurea, confirmou-se que Cooper tem o segundo rosto masculino mais perfeito do mundo, com 91,80 por cento de precisão, ficando atrás apenas de George Clooney.

Filmografia de Bradley Cooper

Cooper tem variados créditos na televisão e no cinema. Seu primeiro trabalho como ator foi na série Sex and the City em 1999, na qual interpretou Jake no episódio "They Shoot Single People, Don't They?".

Logo depois, ele apareceu em cinco episódios de The Street (2000-01), no papel de Clay Hammond. Em 2001, estreou no filme Wet Hot American Summer, seguido de um papel não creditado em Changing Lanes (2002).

Seu primeiro papel importante em Hollywood foi no filme Wedding Crashers (2005), que recebeu avaliações positivas. Em 2009, o ator ganhou reconhecimento e elogios dos críticos cinematográficos por sua atuação em The Hangover, que foi um sucesso de crítica e bilheteira.

Depois estrelar vários outras películas, interpretou Patrick "Pat" Solitano, Jr. em Silver Linings Playbook (2012), pelo qual recebeu sua primeira nomeação ao Oscar.

Seus outros papéis de sucessos foram nos filmes American Hustle (2013), Guardians of the Galaxy (2014), American Sniper (2014), Guardians of the Galaxy Vol. 2 (2017) e Avengers: Infinity War (2018).

Na televisão, teve papéis em Alias (2001–2006), Jack and Bobby (2004–2005), Law & Order: Special Victims Unit (2005, no episódio: "Night"), Law & Order: Trial by Jury (2005, no episódio: "Day"), Nip/Tuck (2007–2009) e em Wet Hot American Summer: First Day of Camp (2015).

Até julho de 2018, ele era a décima quinta pessoa de maior bilheteria de todos os tempos na América do Norte, com seus filmes fazendo mais de 3,6 bilhões de dólares.

Prêmios e indicações de Bradley Cooper

Ao longo de sua carreira, Cooper já venceu e foi indicado a diversos prêmios, notavelmente suas nomeações para o Oscar de Melhor Ator, Melhor Ator Coadjuvante e Melhor Filme por três anos consecutivos (2013, 2014 e 2015); BAFTA de Melhor Ator e Melhor Ator Coadjuvante (2013 e 2014); Globo de Ouro para Melhor Ator em Comédia ou Musical, Melhor Ator Coadjuvante em Cinema, Melhor Diretor e Melhor Ator em Filme de Drama (2013, 2014 e 2019); aos Prêmios Dorian de Atuação do Ano (2013); Producers Guild Awards (2015 e 2018); quatro Prêmios Screen Actors Guild de Melhor Ator e Melhor Elenco em Cinema (2013, 2014 e 2019) e uma indicação ao Prêmio Tony (2015).

Ele venceu o National Board of Review de Melhor Ator e Melhor Diretor (2012 e 2018), o New York Film Critics Online de Melhor Elenco em Cinema (2013), os Prêmios Satellite de Melhor Ator em Cinema (2012) e o Screen Actors Guild de Melhor Elenco em Cinema (2014).

O ator também já foi nomeado aos Prêmios MTV Movie por sete vezes, das quais venceu quatro; recebeu o mesmo número de indicações aos Prêmios Teen Choice; já nos Prêmios Critics' Choice Movie, obteve quatro vitórias em seis; aos Prêmios People's Choice, quatro nomeações.

No Detroit Film Critics Society, Cooper tem três conquistas das suas seis indicações. Em 2015, foi anunciado que o artista vai ganhar uma estrela na Calçada da Fama.

Data de Aniversário de Bradley Cooper

Bradley Cooper comemora seu aniversário todo dia 05 de Janeiro, e é do signo de Capricórnio.

Bradley Cooper: Idade e Data de Nascimento

Bradley Cooper nasceu em 1975, era Domingo. Hoje tem 46 anos de idade.

Altura de Bradley Cooper

Ainda não temos informações sobre a altura de Bradley Cooper. Se você sabe, ajude a gente enviando essa informação nos comentários ao final da página.

Características Físicas

Altura Não informado
Peso Não informado
Peso Ideal Não informado
Olhos Não informado
Tom da pele Não informado
Sexo / Gênero Masculino

Também fazem aniversário no dia 05 de Janeiro

Outros famosos do signo de Capricórnio

Ver todos

Comentários