Foto de Barack Obama

Barack Obama

Role a página para encontrar informações gerais como peso, altura e idade de Barack Obama, dentre outras.

Você também irá encontrar outras celebridades que fazem aniversário no mesmo dia, além de signo dos famosos e comentários da comunidade.

Início de vida e carreira de Barack Obama

Barack Hussein Obama II nasceu em 4 de agosto de 1961 em Honolulu, Havaí. Sua mãe, Ann Dunham, era branca, de ascendência principalmente inglesa e nascida em Wichita, Kansas.

Seu pai, Barack Obama, Sr., nasceu em Nyang’oma Kogelo, distrito de Siaya, Quênia, e era da etnia luo. Os pais de Obama conheceram-se em 1960 em uma aula de russo na Universidade do Havaí em Manoa, onde seu pai era um estudante bolsista.

Casaram-se em 2 de fevereiro de 1961, em Wailuku, Havaí, onde o matrimônio entre pessoas de cores diferentes não era proibido.

O casal separou-se quando, no final de 1961, Dunham mudou-se com seu filho recém-nascido para estudar na Universidade de Washington em Seattle por um ano.

Durante este período, Obama Sr. completou sua graduação em economia no Havaí em junho de 1962, e depois concluiu um mestrado em economia pela Universidade Harvard.

Seus pais divorciaram-se em março de 1964. Obama Sr. retornou ao Quênia, onde casou-se novamente, encontrando-se com o filho apenas mais uma vez antes de falecer em um acidente de automóvel em 1982.

Em 1963, Dunham conheceu Lolo Soetoro, um estudante indonésio de pós-graduação em geografia na Universidade do Havaí, com quem casou-se em 15 de março de 1965, em Molokai.

Após duas prorrogações de seu visto, Lolo regressou à Indonésia em 1966. A família mudou-se para o país natal de Soetero em 1967, onde viveram inicialmente no sul de Jacarta, e, em seguida, a partir de 1970, em um bairro rico da área central da cidade.

Imagem cultural e política de Barack Obama

A história da família de Obama, o início da sua vida, a sua criação e educação na Ivy League diferem profundamente dos políticos afro-americanos que iniciaram suas carreiras na década de 1960 através da participação nos movimentos dos direitos civis.

Expressando perplexidade sobre perguntas se era "suficientemente negro", Obama disse durante uma reunião com a Associação Nacional dos Jornalistas Negros em agosto de 2007 que "ainda estamos presos nessa noção de que se você apelar para os brancos, então deve haver algo de errado".

Michael Eric Dyson, professor de Georgetown, era crítico e simpatizante da forma como Obama tratou da questão racial, indicando que seus discursos e ações sobre a disparidade racial e justiça foram um tanto relativos e relutantes quando, especialmente em seu segundo mandato, a violência racial exigiu uma ação presidencial imediata e diálogo.

Obama é frequentemente referido como um orador excepcional. Durante seu período de transição para a presidência e após assumi-la, fez uma série de discursos semanais em vídeo divulgados pela internet.

Obama também possui contas no Facebook, Twitter e Instagram. Todas as suas contas, exceto uma no Facebook e outra no Twitter, são geridas por um projeto de organização comunitária que defende sua agenda.

Em maio de 2015, Obama entrou no Guiness ao conseguir um milhão de seguidores para sua nova conta pessoal no Twitter em menos de cinco horas.

De acordo com a Organização Gallup, Obama começou seu mandato com um índice de aprovação de 68%, diminuindo gradualmente durante o resto do ano, e chegando a 41% em agosto de 2010, uma tendência semelhante aos primeiros anos de mandato de Ronald Reagan e Bill Clinton.

Ele teve um pequeno salto de aprovação nas pesquisas logo após a morte de bin Laden, que durou até por volta de junho de 2011, quando esses números caíram de volta aos patamares que estavam antes da operação.

Seus índices de aprovação se recuperaram ao mesmo tempo em que foi reeleito, com as pesquisas mostrando uma aprovação média de 52% logo após sua segunda posse.

Apesar de sua aprovação ter caído para 39% no final de 2013 graças ao lançamento do Obamacare, ela subiu para 50% no final de janeiro de 2015, e, em novembro de 2016, estava em 56%.

Quando Obama deixou a presidência, em janeiro de 2017, seis em cada dez americanos aprovavam seu governo. Pelo mundo, a imagem dos Estados Unidos também melhorou bastante durante o período que Obama ocupou a Casa Branca. Obama ganhou o Grammy Awards de melhor álbum falado por sua versão em audiolivro de Dreams from My Father em fevereiro de 2006 e pelo The Audacity of Hope em fevereiro de 2008.

Em dezembro de 2008, a revista Time nomeou Obama como a Pessoa do Ano por sua candidatura e eleição histórica, descrevendo-o como "a marcha constante de realizações aparentemente impossíveis".

Em 2012, ganhou novamente o prêmio de Pessoa do Ano. Em 2005 e em 2007, a revista Time também o incluiu na lista das 100 pessoas mais influentes do mundo.

Na lista da Forbes das pessoas mais poderosas do mundo, Obama ficou na primeira colocação por três vezes—2009, 2011 e 2012—, ficando em segundo em 2010, quando foi passado pelo presidente chinês Hu Jintao, em 2013 e 2014 quando foi superado por Putin, e em terceiro em 2015, quando a premiê alemã Angela Merkel conquistou o segundo lugar, com Putin permanecendo em primeiro.

Em 9 de outubro de 2009, o Comitê do Nobel Norueguês anunciou que Obama foi o vencedor do Prêmio Nobel da Paz de 2009 pelos "extraordinários esforços para reforçar o papel da diplomacia internacional e a cooperação entre os povos".

Obama aceitou o prêmio em Oslo, Noruega, em 10 de dezembro de 2009, com "profunda gratidão e grande humildade". A premiação atraiu uma mistura de elogios e críticas de líderes mundiais e figuras da mídia.

Obama foi o quarto presidente dos Estados Unidos a ser agraciado com o Prêmio Nobel da Paz e o terceiro durante seu mandato.

O Prêmio Nobel para Obama foi visto com ceticismo nos anos subsequentes, especialmente depois que o diretor do Instituto Nobel, Geir Lundestad, disse que a premiação não teve o efeito desejado.

Pós-presidência de Barack Obama

A presidência de Obama se encerrou formalmente ao meio-dia de 20 de janeiro de 2017, com a posse do seu sucessor, o empresário republicano Donald Trump, com quem manteve uma transição pacífica de poder.

Após a cerimônia de sucessão, Barack e Michelle Obama partiram no helicóptero Executive One, circularam a Casa Branca e depois foram para a Base Aérea de Andrews, onde embarcaram para uma viagem de férias.

Obama escolheu Chicago como sede para seu centro presidencial. Os Obama continuaram residindo na capital do país, em uma mansão localizada no bairro de Kalorama, inicialmente alugada e posteriormente comprada.

A família decidiu permanecer em Washington para permitir que a caçula Sasha concluísse o ensino médio na mesma escola. Obama foi o primeiro presidente em quase 100 anos a continuar morando em Washington após terminar a presidência; na cidade, a família manteve uma rotina discreta.

Em março de 2017, Barack e Michelle assinaram um contrato editorial com a Random House para publicarem suas memórias, recebendo previamente da editora pelo menos 65 milhões de dólares, o valor mais alto dado a um casal presidencial pela publicação de suas memórias.

Anteriormente, George W. Bush recebeu cerca de 10 milhões por suas memórias, enquanto que Bill Clinton ganhou 15 milhões. A obra, intitulada A Promissed Land, foi publicada em 2020 e rapidamente se tornou um best seller.

Além disso, o casal firmou um acordo com a Netflix em maio de 2018 para que produzissem filmes e séries para a plataforma; de acordo com o New York Post, o contrato poderia render aos Obama mais de 50 milhões.

Na política, Obama inicialmente poupou críticas ao seu sucessor na presidência, mesmo quando Trump o atacava publicamente. No entanto, em setembro de 2018, no decorrer das eleições de meio de mandato, Obama proferiu um discurso no qual classificou Trump como uma "ameaça para a democracia", quebrando a tradição em que os ex-presidentes evitam criticar publicamente seus sucessores.

Nas eleições de 2018, foi o cabo eleitoral mais poderoso e requisitado dos democratas, participando de eventos de campanha e endossando centenas de candidatos do partido.

Obama celebrou a vitória democrata na Câmara dos Representantes e em outras eleições, considerando-as "um início". Em 2020, mais uma vez serviu como cabo eleitoral de candidatos de seu partido, inclusive de seu antigo vice-presidente Biden, que acabou sendo eleito presidente do país.

Família e vida pessoal de Barack Obama

Em uma entrevista de 2006, Obama destacou a diversidade de sua família: "É como uma mini-ONU", disse ele. "Eu tenho parentes que se parecem com Bernie Mac, e eu tenho parentes que se parecem com Margaret Thatcher".

Obama tem uma meia-irmã com quem foi criado (Maya Soetoro-Ng, filha de sua mãe com o seu segundo marido da Indonésia) e sete meio-irmãos provenientes de seu pai queniano – seis deles estão vivos.

Obama também tem raízes na Irlanda; ele se reuniu com seus primos irlandeses em maio de 2011. Em Dreams from My Father, Obama une a história da família de sua mãe com possíveis ancestrais nativos americanos e parentes distantes de Jefferson Davis, presidente dos Estados Confederados da América durante a Guerra Civil.

Obama era conhecido como "Barry" em sua juventude, mas pediu para ser chamado pelo seu nome durante seus anos na faculdade.

Além do seu idioma nativo, o inglês, Obama tem algum conhecimento básico de indonésio, tendo aprendido o idioma durante a infância, quando viveu com sua família quatro anos em Jacarta, a capital da Indonésia.

Ele joga basquete, um esporte que praticou durante seus anos escolares, quando foi membro do time da escola; Obama é canhoto.

Obama é um torcedor do Chicago White Sox, e deu o primeiro lançamento da ALCS de 2005. Em 2009, Obama deu, cerimonialmente, o primeiro arremesso no All Star Game, enquanto vestia uma jaqueta Sox White.

Ele também é essencialmente fã do Chicago Bears na NFL, mas, em sua infância e adolescência, era fã do Pittsburgh Steelers, e, doze dias após assumir a presidência, disse que estava torcendo para o Steelers ganhar a Super Bowl XLIII.

Em 2011, convidou o time de 1985 do Chicago Bears para uma visita a Casa Branca; a equipe não tinha visitado a Casa Branca após a vitória do Super Bowl de 1986 devido ao acidente do ônibus espacial Challenger. Em junho de 1989, quando foi contratado para um emprego de verão na firma de advocacia Sidley Austin de Chicago, Obama conheceu Michelle Robinson, formada em direito por Harvard e nascida em 1964.

Foi atribuído a Michelle a função de ser a mentora de Obama na empresa. Eles começaram a namorar depois do verão, ficaram noivos em 1991, e casaram-se em 3 de outubro de 1992.

A primeira filha do casal, Malia Ann, nasceu em 4 julho de 1998, seguida por uma segunda filha, Natasha (conhecida como "Sasha"), em 10 de junho de 2001.

Quando eles se mudaram para Washington, D.C., em janeiro de 2009, as meninas começaram a estudar na escola particular Sidwell Friends.

Em 2016, escreveu um ensaio para a Glamour no qual descreveu como suas filhas e a presidência fizeram dele um feminista.

Os Obama possuem dois cães de água português: o mais velho, que recebeu o nome de Bo, foi dado de presente pelo senador Ted Kennedy; o outro, que é uma fêmea da mesma raça de Bo, nasceu em junho de 2012 e recebeu o nome de Sunny.

Obama tentou parar de fumar várias vezes, chegando a fazer uso da terapia de reposição de nicotina. Em seu primeiro exame médico como presidente, seu médico o aconselhou para que parasse de fumar, apesar de ter considerado Obama em perfeito estado de saúde.

No início de 2010, Michelle Obama disse que o marido tinha conseguido parar de fumar.

Data de Aniversário de Barack Obama

Barack Obama comemora seu aniversário todo dia 04 de Agosto, e é do signo de Leão.

Barack Obama: Idade e Data de Nascimento

Barack Obama nasceu em 1961, era Sexta-feira. Hoje tem 60 anos de idade.

Altura de Barack Obama

Ainda não temos informações sobre a altura de Barack Obama. Se você sabe, ajude a gente enviando essa informação nos comentários ao final da página.

Características Físicas

Altura Não informado
Peso Não informado
Peso Ideal Não informado
Olhos Não informado
Tom da pele Não informado
Sexo / Gênero Não informado

Também fazem aniversário no dia 04 de Agosto

Outros famosos do signo de Leão

Ver todos

Comentários